Tudo sobre relógio de ponto

Post extraído do Blog de Luís Nassif

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-problemas-dos-controles-de-ponto

Por Claudiana

Meu nome é Claudiana e sou funcionária há 8 anos de uma confecção em SP com 250 empregados.

Na empresa que eu trabalho tem um desses REP desde o ano passado. O que tinha antes funcionava muito melhor porque ele calculava o banco de horas, mostrando na tela o número de horas trabalhados no dia e ainda por cima no fim do mês, tinha um relatório para eu justificar o que tava com falta ou errado. Só o que eu colocava lá que era modificado no ponto e depois eu recebia uma copia do ponto que eu assinava. Estava ótimo assim e só os funcionários \”morcegos\” é que achavam isso ruim porque eles faltavam sem atestado e ai cortavam o ponto. Um vez ate jogaram agua e queimou o relogio, só que não adiantou porque o relogio queimou, mas as horas batidas iam pro computador na mesma hora e nao perdeu naoda, e veio um tecnico aqui e puseram outro na mesma tarde.

Agora, colocaram um REP aqui que todo dia tem problema com na impressora – um dia não tem papel e outro dia o papel fica preso e atrasa o ponto de todo mundo, porque o rapaz da informática que sabe abrir o relogio pra arrumar o papel so chega 9 horas. Aí, como eu pego trabalho 7 e meia, fico sem bate o ponto por causa disso, porque o REP nao aceita se a impressora tiver sem papel e como eu nao tenho comprovante, ja descontaram 1 dia do meu trabalho porque eu nao tinha como provar que tinha ido trabalhar, mas a culpa foi do REP. Mas nem adianta, porque quando funciona tambem, voce tem que chegar uns 10 minutos antes pra beter o ponto senao a fila fica grande e nem adianta chegar cedo. Teve uma moça que brigou com o cara do RH e pediu demissao porque descontaram horas dela e ela disse que foi por causa da fila e ninguem acreditou nela, e ela ainda por cima ela estava com o comprovante pra mostrar.

Só que eu até entendo, porque a Marta (minha patroa) nao tem como saber quem tá mentindo, porque tem gente que ja sabe mais ou menos o dia que o papel do relogio vai acabar e sempre chega atrasado ou entao falta, aí ela desconta de alguns e de outros nao. O papel acaba no turno da noite quase toda terca e quinta e entao na quarta de manha e e na sexta um monte de gente já atrasa porque ja sabe que o REP nao vai tá funcionando e o Igor só chega lá pelas 9 e meia. Ele mesmo falou que naõ vai ficar fazendo hora extra porque ele falou pra Marta que nao era pra comprar o REP e ela comprou asim mesmo. Tá o maior clima ruim aqui por causa disso e o Igor trabalha aqui tem 5 anos e agora tá querendo sair por que a Marta tá com raiva dele porque ela tá com um processo e não tem como provar a hora do estoquista e ele tá querendo 25 mil na justica e a Marta nao quer pagar porque ela disse que o relatório do REP tá certo. So que o Renato ta querendo o dinheiro assim mesmo porque tem uns caras que trabalharam aqui antes com ele e tão sendo testemunha dele e o juiz acreditou. Ai mesmo sem o Renato ter os comprovantes do REP a Marta vai ter que pagar e agora ela entrou na justica de novo pra nao ter que pagar e nem teve cesta de Natal e tão falando que foi por causa do processo do Renato. Aí ficaram falando mal da prima do Renato que trabalhava aqui e ela nem tinha nada a ver com isso e ficou doente e pediu conta e ela era boa funcionaria e ainda nao acharam outra pra por no lugar dela nao.

Por falar nisso esses comprovantes não prestam pra nada porque eles apagam igual os da maquininhas de cartao de credito e eu fui falar com a Marta e ela disse que o REP que nao apaga o comprovante custa muito mais caro mas que tambem apaga, so demora pouco mais de 6 meses pra apagar e entao nem compensa. E nem adianta ter comprovante porque eu ja ouvi falar que tem como imprimir com o horario que quiser, e deve ter mesmo porque só vem a hora e uns numeros sempre iguais do funcionario. Pensa bem… se até atestado médico que tem assinatura e carimbo dá pra comprar aqui na Sé, você acha que não iam vender um papelzinho mais fácil ainda que é só imprimir?

A pessoa que falou pra colocar esse REP devia trocar as máquina de costura eletricas pelas de pedal também, aí sim que todo mundo aqui ia ter mais ainda pra reclamar. As meninas lá de baixo nem fazem mais o horario do lanche porque a fila do REP demora muito e nem compensa porque é só quinze minutos e é muita correria e dá muito estresse, só que mesmo assim a Marta falou que tem que fazer e ninguem quer fazer.

Desde que mudaram o REP o clima aqui ta péssimo porque tem umas meninas que faltam e não pra Marta controlar todo mundo. Aí a gente que trabalhar direito fica sobrecarragada de trabalho mas não adianta chegar cedo porque a Marta não autoriza mais hora extra e não tem banco de horas mais porque nao dá pra fazer na mão pra todo mundo. E como o REP deixa passar o ponto qualquer hora, tinha gente chegando cedo, marcando o ponto e ficando atoa pra ganhar hora extra e tambem na hor de ir embora esperando o onibus do lado do REP e marcando o ponto pra ganhar hora extra e correndo pra pegar onibus pra ir embora. Se der chance os funcionarios desonestos fazem tudo errado pra ganhar hora extra, levam outros com eles e ainda depois são uns testemunhas dos outros. Eu ja pensei em ter minha própria confecção mas quando eu vejo o que a Marta passa pra poder deixar aquela empresa funcionando, eu repenso tudo e acabo preferindo ganhar menos sendo empregado mesmo.

E o pior é que cada dia tem mais empregado desonesto trabalhando só alguns meses já pensando em depois tirar grana das empresas na justiça.

Ja vi isso e já me chamaram pra ser testemunha varias vezes e não fui porque nao acho justo com a Marta que é uma patroa boa e honesta.

Teve um que até falou comigo: voce nem precisa falar nada não , é só ir lá mesmo, porque fulana da outra empresa ganhou e lá tinha esse mesmo REP e advogado falou que vai ser tranquilo!

Uma vergonha e eu nao sei pra que os técnicos do governo fazem um REP que nao ajuda ninguém, só os funcionários mal intencionados, que não sao a maioria mas sao muitos… muitos mesmo!

COMENTÁRIOS DO NOSSO BLOG DO PONTO

Os fatos acima são o relato de Claudiana, postados no site do Jornalista Luís Nassif, os quais,  verídicos ou não, são de extrema coerência.

Sugerimos acessar o link e acompanhar a discussão que se formou lá.  http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-problemas-dos-controles-de-ponto

Deixe um comentário

Nome: (Obrigatório)

Email: (Obrigatório)

Website:

Comentário: