Tudo sobre relógio de ponto

A portaria 1510/2009 do MTE tem inúmeros pontos negativos.
E um destes pontos graves é o impacto financeiro necessário à adequação das empresas  à portaria.

Enquanto temos uma sociedade consciente e que se preocupa com o lixo tecnológico gerado constantemente nas cidades,
temos uma portaria que simplesmente ignora tudo isso.

A portaria 1510/2009 do MTE proíbe o compartilhamento de equipamentos REP entre empresas, forçando cada uma a adquirir o seu.
O que dificulta ainda mais a sobrevivência dessas, que já sofrem com uma carga tão alta de tributos.
Onde está a melhoria nisso tudo?

Além do impacto financeiro podemos ainda verificar um outro: aumento desnecessário do número de REPs que se tornarão lixo algum dia.

Numa analogia bem simples,  é como impedir que os trabalhadores utilizassem o transporte público para ir trabalhar,
obrigando cada empresa a contratar o meio de transporte de seus trabalhadores, causando um inevitável colapso no sistema de transito.

Mesmo entre os fabricantes há quem se preocupe em respeitar o meio ambiente,
procurando promover a evolução tecnológica dos sistemas de ponto através de soluçoes inteligentes
usando como fundamento economia dos recursos existentes.

Deixe um comentário

Nome: (Obrigatório)

Email: (Obrigatório)

Website:

Comentário: